Divando com a moda afro

capa

Hoje em dia está virando moda mulheres e homens usarem turbantes. Apesar de hoje ele ter uma representação apenas como acessório para algumas pessoas, não deixou de ter seu significado nas tradições africanas. Vale comentar também que além do turbante, roupas africanas e o estilo de cabelo afro estão bem mais presentes na moda brasileira. Como o Coração Africano se dedica à cultura africana e afro-brasileira, resolvi dedicar algumas linhas sobre os novos estilos que muita gente está adotando e me deixa feliz demais.

De alguns anos para cá, percebo que as mulheres com cabelo crespo e cacheado têm substituído o alisado e o uso da chapinha pelo natural. Acredito que é normal o mundo seguir tendências. Então, teve a época da chapinha esquentada no fogão (sim, eu fiz parte disso) e que ao lavar os cabelos ele voltava à sua textura original.

Chapinha antiga 2 Esse tipo de chapinha tinha que ser aquecido no fogo e, para alisar o cabelo, tinha que pegar pouquíssima quantidade de cabelo para passá-la.

Chapinhas antigas Chapinha, pente para soltar o cabelo antes da chapinha e tesouras para enrolar o cabelo. Todos aquecidos no fogo.

Depois disso vieram os produtos milagrosos que alisam o cabelo e precisávamos apenas dar um retoque final fazendo escova; em seguida, a chapinha elétrica também ganhou seu espaço para deixar nossas madeixas mais bem-modeladas. Essas duas últimas formas de alisar os cabelos ainda são bem usadas, acredito que vai demorar para que sua reputação caia, se cair definitivamente um dia.

Alisantes Alisantes

prancha-gama-ion-detalhes Prancha (chapinha) elétrica

Porém, agora, está perceptível que o estilo cacheado, black, enfim, o crespo/cacheado natural está retomando seu lugar na cabeça da mulherada. Para muita gente não o que se fazer com o cabelo crespo, há pessoas que se sentem envergonhadas por ter o cabelo assim. Ledo engano, tolice pura. Nosso cabelo é um dos mais flexíveis para fazermos o que quiser com eles: prender, usar turbante, usar tiaras, tranças, bigudins para dar formatos diferentes. O black power, por exemplo, além de ser estiloso tem uma uma história interessante na sociedade. Ele foi um movimento negro, principalmente nos Estados Unidos, entre o fim da década de 1960 e o início da década de 1970. Os negros usavam esse estilo de cabelo como movimento de orgulho racial, racismo e uma forma de lutar por uma posição positiva dos negros na sociedade.

1380801_10202170657010946_1305775657_n  Black PowerBlack Power  Black Power

Trança Tranças soltas

Bigudins e cabelo Bigudins e seu efeito nos cabelos. Lindo!

A moda afro ainda expandiu sua participação para as vestimentas. Ela divide espaço com o estilo vintage (retrô). As roupas com tecido africano têm sido muito bem requisitadas tanto por homens quanto para mulheres. Além das roupas confeccionadas especialmente com esses tecidos lindos e maravilhosos, acessórios também têm sido feitos com eles. Algumas pessoas ainda não se acostumaram com a ideia porque os tecidos africanos costumam ser bastante coloridos em suas estampas. E é exatamente isso que os torna tão especiais. Para mim, a mistura de cores retrata a diversidade africana no que se refere à tradição, jeitos das pessoas e riqueza cultural que o continente tem. Outro detalhe sobre moda que deixa muitas mulheres e homens preocupados é em qual ocasião usar determinado modelo. Pois bem, a moda afro nos permite usá-la desde praias a lugares mais formais.

okan1-1024x443 Modelitos Tecido africano Tecido com amarração para vestidoTecido de Angola 1  Tecido de Angola Tecidos africanos

Dentro desse mundo da moda, agora está sendo bastante usado o turbante. Ele tem toda uma história social e religiosa, além da beleza. Além dos povos do oriente, ele também faz parte da cultura africana e, claro, brasileira. Saliento que não somos descendentes de escravos. Somos descendentes de africanos que até tinham posições importantes em suas terras e que foram escravizadas aqui no Brasil pelos portugueses. Portanto, se ouvir por aí pessoas chamando o turbante de coroa, já sabe que ele não é simplesmente um acessório para embelezar nosso look. Ele é mais do que isso, é uma forma de representar mulheres de atitude, sejam elas brancas ou negras. E há alguns homens que também são adeptos ao turbante tanto pela estética como social.

Turbantes:

1509066_10205572739700887_821573174357511787_n Turbante 1 Turbante 2

Turbante Brasil

Turbante

Tecido africano como turbante ou como vestido:

Turbante e vestido

Perceberam que eu adoro a moda africana, né? Com ela, sinto-me realizada, em casa e super à vontade. Experimentem e depois me contem o que acharam.

Beijos

Gláucia Quênia

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: